Documentário “21 – Os anos que não foram escritos” será exibido na UERGS

21 - Os anos que não foram escritosNa próxima segunda-feira, dia 07 de abril, a exibição do documentário “21 – Os anos que não foram escritos”, produzido pelos jornalistas formados na Unijuí, Emerson Scheis e Pâmela Moraes, será o ponto de partida para um debate sobre o regime militar em São Luiz Gonzaga, promovido pela Universidade Estadual do Rio Grande do Sul – UERGS. A produção aborda os principais fatos ocorridos no município durante o regime militar, e que não constam nos livros de história. Vários assuntos são retratados, como censura, repressão, inquéritos policiais militares e o cenário político. O vídeo reúne personagens que vivenciaram a ditadura militar e leva à reflexão sobre a busca da verdadeira democracia.

A exibição acontece a partir das 19h30, no auditório da UERGS/São Luiz Gonzaga. O debate sobre o assunto acontece após a exibição do documentário.

Documentário foi exibido na Câmara de Vereadores de São Luiz Gonzaga

Documentário foi exibido na Câmara de Vereadores de São Luiz Gonzaga

 50 anos do golpe – Na terça-feira, dia 1º de abril, o vídeo foi exibido na Câmara de Vereadores de São Luiz Gonzaga para lembrar os 50 anos do golpe militar no Brasil. A exibição em São Luiz Gonzaga contou com a participação de jovens, adultos, e de pessoas que vivenciaram de perto a ditadura militar e que tiveram suas histórias contadas na produção. O público presente participou com depoimentos e impressões sobre o trabalho.

Emerson Scheis explica que a iniciativa de realizar o trabalho, produzido durante a graduação em Jornalismo na Unijuí, ocorreu pela “curiosidade em saber que fatos se sucederam em âmbito local durante um período ainda nebuloso da história do país”.

Livros gratuitos ao alcance de um clique

Galera, vocês sabem que existem vários sites bem bacanas que disponibilizam muitas obras, tanto literárias como de graduação e pesquisa para baixar gratuitamente?

Sim, e o melhor de tudo é que são muito úteis, ainda mais porque não são só livros específicos de alguma área, mas, sim, obras inteiras de grandes autores renomados. E isso é uma mão na roda para nós, universitários, que gastamos com apostilas, xerox, fora os livros que necessitam, sim, serem comprados. Mas, para chegar ao nosso ponto importante, temos o site Universia Livros, bem conhecido entre os estudantes e que tem um vasto acervo, por assim dizer, de livros em sua versão digital. Também existem um site do próprio MIT (Massachusetts Institute of Technology), o MIT OpenCourseWare, que é uma plataforma que disponibiliza todo um acervo didático mantido pelos professores e alunos da universidade.

Tem o WikiBooks, que é uma iniciativa do Wikipédia, o Scribd, que é uma plataforma de  compartilhamento e busca de trabalhos acadêmicos em formatos de texto, o Textbook Revolution, que é voltado para resenhas e resumos de livros. Não se preocupe, vou disponibilizar ao final todos os links para a alegria de todos vocês.

Enfim, a internet é uma maravilha para o universitário. Devemos estar atentos a todas as novidades e aproveitar o máximo delas.

MIT OpenCourseWare – http://ocw.mit.edu/index.htm

WikiBooks – http://pt.wikibooks.org/wiki/Wikilivros

Scribd – http://pt.scribd.com/

Textbook Revolution – http://textbookrevolution.org

Universia Livros – http://livros.universia.com.br/

Texto: Raquel Pedroso Souza

barra ok

Guerra e Paz no Intercom Sul

Com o tema “Guerra e Paz”, Intercom Sul discute evolução da comunicação.

Com o tema “Guerra e Paz”, Intercom Sul discute evolução da comunicação

Já foi dada a largada para a XV edição do Intercom Sul, que vai reunir profissionais da área da comunicação em um grande congresso. O evento tem data marcada: do dia 8 ao dia 10 de maio na UNISUL, em Palhoça – SC.

“Guerra e Paz” é o tema escolhido para o Intercom Sul de 2014 que, juntamente com o conceito de “Revolucione a Comunicação”, pretende transmitir aos participantes um momento histórico no qual cada um pode colaborar para a evolução da comunicação. O congresso também vai abordar temas como o rádio na II Guerra Mundial.

Os trabalhos apresentados no congresso são um grande aprendizado para todos os que participam. Segundo a acadêmica de Relações Públicas Marina Moesch, que já participou do evento, “os trabalhos apresentados podem ser de qualquer tema, sendo que alguns não exigem a apresentação, mas muitos alunos apresentam, uma vez que para o currículo é muito importante”.

Os alunos que já participaram do congresso contam que vale a pena ir conferir cada detalhe deste evento por ser uma grande oportunidade de integração e conhecimento para todos, além de muita diversão.

E você, já está preparado para aproveitar ao máximo esse evento e ajudar a revolucionar a comunicação com muitas histórias pra contar?

Para saber mais sobre o Intercom Sul confira os links abaixo:

http://www.portalintercom.org.br/index.php

http://www.comunicaunisul.com.br/intercom2014/

https://www.facebook.com/IntercomSul2014

Texto: Fernanda Z. Rebelato

barra ok

Trabalho de repórter na pele de um amante do rock and roll

Filme da história de um jovem repórter e sua relação com bandas de rock dos anos 70

Filme da história de um jovem repórter e sua relação com bandas de rock dos anos 70

Dirigido por Cameron Crowe, no ano de 2000, o filme Quase Famosos (Almost Famous) foi rodado nos EUA com cenário dos anos 70 e inspirado na adolescência do diretor, que aos 15 anos trabalhou para a revista Rolling Stone e acompanhou a turnê do Led Zeppelin.

O personagem William Miller (Patrick Fugit), apaixonado pelo rock’nroll, escreve para pequenas revistas de Los Angeles, até que conhece o crítico musical Lester Bangs (Phillip Seymour Hoffman), que lhe dá algumas dicas de trabalho e das oportunidades de trabalhar em revistas maiores, como a Cream. Willie é barrado ao tentar acompanhar uma apresentação do Black Sabbath, porém é auxiliado pelos garotos da pequena banda Stillwater, iniciando assim laços de amizade com eles. Ele propõe então a produção de um artigo sobre a banda para acompanhar sua turnê que tende a ser um sucesso do rock. A aventura lhe proporciona aprendizados, aliados a problemas com drogas, relações com os músicos e a imprensa.

O filme foca na atuação de Willie como repórter, fazendo gravações e entrevistas ao longo da turnê. Porém, quanto mais se envolve com a banda, mais vai perdendo a objetividade do seu trabalho e passando a fazer parte do universo musical do rock. É uma ótima sugestão para os fãs de rock’nroll, pois possui trilha sonora incluindo Black Sabbath, Led Zeppelin, Deep Purple, entre outros. E, para aqueles que querem ser jornalistas, traz uma visão nostálgica e apaixonante da época, mostrando a proximidade com o artista e seu envolvimento no trabalho.

Texto: Laís Dahmer

barra ok

Observatório Áudio II vai ao ar esta semana na Unijuí FM

O resumo dos principais fatos da semana, uma reportagem sobre um tema da atualidade e programetes de uma série sobre a memória dos 50 anos do golpe militar no Brasil são os destaques do programa “Observatório Áudio II”, que tem sua estreia marcada para a próxima sexta-feira, dia 28, no programa Bicho Papão, que vai ao ar pela Unijuí FM. A produção e a apresentação está por conta dos alunos da disciplina Produção de Áudio II, do Curso de Comunicação Social. O programa será transmitido até o dia 04 de julho, nas sextas-feiras, às 21h.

A professora da disciplina e orientadora do programa, Vera Raddatz, explica que o objetivo da atração é “experimentar a prática radiofônica e o radiojornalismo, além de assimilar o aprendizado do rádio ao vivo, tendo como laboratório a rádio da universidade”.

O programa com caráter jornalístico terá duração de quinze minutos e um espaço destinado aos programetes da série “1964: E o Brasil não esquece”.

Quer conferir o trabalho? Sintonize a Unijuí FM às sextas-feiras, a partir das 21h.